Show More

título. Venere - Baile de Primavera

ano. 2016

remontagem. 2019

duração. 65'

1/16

Foto: Enos Lanfredi e outros

sinopse. 

Um espetáculo que tem seu influxo sobre obras consagradas nas artes plásticas e na dança clássica.

Como primeira flama de inspiração, Venere – Baile de Primavera apoia-se na “Valsa das Flores”,  trecho do ballet “O Quebra-Nozes” (1892) de coreografia original de Lev Ivanov e música de Piotr Ilvich Tchaicovsky, e por fim, toma como alicerce a obra renascentista italiana de Sandro Botticelli “A Primavera” (1482), obra de inúmeras interpretações, tendo como a mais aceita e difundida, a transição das estações inverno e primavera.


“A Primavera” oferece em sua composição personagens da mitologia que são trazidos à cena, e em Venere – Baile de Primavera, ao palco. Zéfiro o vento oeste que afasta o frio do inverno e num suspiro fecunda a ninfa Clóris, transformando-a em Flora que adorna o mundo em flores.  As Três Graças, Aglaia, Talia e Eufrosina traduzem a beleza, sensualidade e castidade, Mercúrio guardião e protetor do Jardim e o Cupido, que em Venere – Baile de Primavera, assume as vestes de um rouxinol e canta para o despertar do dia e o amor entre os casais.

Vênus (Venere, do italiano) dança a fertilidade, o amor e a beleza convidando a todos para o seu bailado primaveril, onde o humano e o celestial se unem em contemplação, dando o nome ao espetáculo.

Sob um roteiro de narrativa poética, a transição entre inverno e primavera acontece em  bailados de ballet clássico, neoclássico e dança contemporânea, dissipando a rigidez do inverno e experimentando a fluidez da primavera. 


Venere – Baile de Primavera é uma láurea para a mais bela das estações, fala da beleza, do amor, da generosidade, da amizade e da fertilidade.


Um bailado que une o humano e o celestial em espaço e tempo, uma utopia.

 

ficha técnica. |2019|

Direção geral   -  Edson Possamai e Cristian Bernich

Concepção, roteiro e dramaturgia - Edson Possamai

Coreografia Neoclássico e Dança Contemporânea  -  Cristian Bernich
Coreografia Ballet Clássico  -  Rosane Marchetto
Cenografia  -  Edson Possamai

Desenho de luz - Cristian Bernich e Israel Cabral

Iluminação  -  Israel Cabral

Pesquisa musical - Edson Possamai e Cristian Bernich

Sonoplastia - Cristian Bernich
Figurinos -  Edson Possamai
Confecção de figurinos  -  E3 Attelier por Andresa Sandra Demichei e Angélica Araldi
Maquiagem - Fabiana Prediger
Elenco - Cristian Bernich, Fernanda Moreira Rodrigues, Sinara Gnoatto, Thais Pegoraro, Joelma Roland, Bianca Milan, Eduarda Braun, Camila Arioli, Deise Ceccagno, Patrícia Larentis, Samuel Zonatto, Estela Ferrari, Gabriela Denardi Balzan, Ana Paula Caselani Palharini, Marina Gonçalves Guarnieri e Amanda Khalil Suleiman Zucco.

Produção executiva  -  Cristian Bernich e Edson Possamai
Produção  - Cia A Trupe Dosquatro e Sala de Ensaio

 

ficha técnica. |2016|

Direção geral   -  Edson Possamai 

Direção coreográfica - Cristian Bernich e Rosane Marchetto

Concepção, roteiro e dramaturgia – Edson Possamai

Coreografia Neoclássico e Dança Contemporânea  -  Cristian Bernich
Coreografia Ballet Clássico  -  Rosane Marchetto
Cenografia  -  Edson Possamai

Desenho de luz e iluminação  -  Israel Cabral

Pesquisa musical - Edson Possamai e Cristian Bernich

Sonoplastia - Cristian Bernich
Figurinos -  Edson Possamai
Confecção de figurinos  -  E3 Attelier por Andresa Sandra Demichei e Angélica Araldi
Maquiagem - Débora Zanchet
Assistentes de coreografia  -  Renata Zanchettin e Fernanda Rodrigues

Elenco - Cristian Bernich, Fernanda Moreira Rodrigues, Liana Rigatti Colombo, Joelma H de Vargas Roland, Sinara Gnoatto, Deise Ceccagno, Eduarda Braun, Uelinton Canedo, Samuel Zonatto, Patrícia Larentis, Vitória Queiroz Caberlon, Marina Gonçalves Guarnieri, Laura Refatti e Renata Zanchettin
Produção executiva  -  Cristian Bernich e Edson Possamai
Produção  - Cia A Trupe Dosquatro e Sala de Ensaio

copyright © 2018 a trupe dosquatro