Show More

título. Bela, eu Feroz - uma metáfora de nós mesmos

ano. 2018

duração. 55'

foto. Adilson de Melo

foto. Adilson de Melo

1/6

sinopse.

Preenchido de vidas e concebido para falar sobre o cotidiano, neste espetáculo a presença do corpo no espaço motiva ao deslocamento de significados em aproximação ao frágil.

Oito vidas, histórias que se cruzam e se fundem.

Numa leitura poética-coreográfica, a obra se desvenda em frações de realidade e ilusão, ações metafóricas que se comunicam com o íntimo, transitando pelas facetas do ser e do estar sendo.

Obra feita para ser inserida na vida cotidiana das pessoas – um híbrido entre dança-teatro, instalação artística e performance – no qual as memórias afetivas de seus intérpretes sugerem desdobramentos através da troca e do declarado, como manifestações do belo e sua ferocidade.

Um suspenso, um suspiro, uma proposição de que vida implica à ação.

ficha técnica.

Concepção e direção: Edson Possamai e Cristian Bernich
Cenário e figurinos: Edson Possamai
Trilha sonora: Cristian Bernich
Iluminação: Edson Possamai e Cristian Bernich
Coreografia: Cristian Bernich e criação compartilhada com o elenco
Elenco: Edson Possamai, Cristian Bernich, Fernanda Moreira Rodrigues, Rosane Marchetto, Sinara Gnoatto, Joelma Roland e Thais Pegoraro
 

copyright © 2018 a trupe dosquatro